Rildo Amaral cobra assistência a moradores de condomínio afetados por cheia de rio

Rildo Amaral propôs que a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia convoque representantes da empresa responsável pelo condomínio para prestarem esclarecimentos na Casa do Povo

O deputado Rildo Amaral (Solidariedade) ocupou a tribuna da Assembleia, na sessão plenária desta quarta-feira (23), para cobrar assistência a moradores de um condomínio residencial, localizado no município de Imperatriz, afetados pelas enchentes do Rio Tocantins.

Conforme o deputado, o condomínio foi construído às margens do rio e, com as cheias, pelo menos 300 famílias precisaram sair de seus imóveis. O parlamentar propôs que a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia convoque os representantes da empresa responsável pelo empreendimento para prestarem esclarecimentos. 

O deputado explicou que a situação dos moradores se arrasta desde janeiro e que, durante audiência pública proposta por ele, Ministério Público e Câmara de Vereadores de Imperatriz, a empresa comprometeu-se a ressarcir os valores gastos com aluguel desembolsados pelos atingidos pelas enchentes.  

Segundo o parlamentar, no mesmo dia da audiência a empresa foi notificada pela Defesa Civil Municipal, a qual constatou que 50% da área onde o condomínio foi construído são impróprias para moradia.

“A empresa, responsabilizada em pagar aluguel a essas 300 famílias desabrigadas, escolheu apenas os moradores de algumas quadras e tem preterido ajuda a outras que, com a estiagem, retornaram às suas casas. No entanto, estão tendo problemas novamente. Peço que a empresa responsável procure ressarcir, de imediato, o prejuízo financeiro e emocional daqueles cidadãos”, disse Rildo Amaral.

Agência Assembleia