Rildo Amaral relata audiência entre Governo do Estado e Associações Militares em Imperatriz

0
3

O deputado Rildo Amaral (PP) relatou, na sessão dessa quinta-feira (16), a importância da audiência que aconteceu entre o Governo do Estado e Associações Militares, em Imperatriz, sobre demandas da categoria. O parlamentar disse que o encontro tratou da proposta de reajuste salarial apresentada pelos militares, defendeu melhores critérios para as promoções e pediu mudança na contribuição ao Fundo Estadual de Previdência (Fepa).

De acordo com o deputado, a audiência aconteceu na quarta-feira (15), por sua solicitação ao Governo para que ouvissem as Associações Militares do Maranhão sobre suas demandas, agilizada por ordem do governador Carlos Brandão (PSB).

Disse, também, que coube aos secretários Rubens Pereira (Governo), Sebastião Madeira (Casa Civil) e Coronel Leite (Segurança Pública) ouvir as demandas dos militares maranhenses, sendo 18 associações, desde oficiais a praças.

“Há muito tempo a categoria militar não tinha a atenção que teve na audiência e há muito que não tem aumento real para os militares maranhenses”, disse.

Reposição salarial

Rildo Amaral explicou que a categoria apresentou proposta de 21% de perdas e mais 11% de aumento real. Informou ainda que foi criada uma comissão de seis pessoas, que vai debater como se dará o aumento gradativamente ou não.

Por fim, o parlamentar tratou da contribuição ao FEPA, que até 2020 os militares reformados não pagavam em quase todo Brasil.

“Nós pedimos também para que se corrigisse a forma absurda da contribuição de 10,5%, que vem sendo cobrada. Antes não era cobrada, mas o estado foi obrigado a fazer na época, em 2020, o que pedia a lei federal. Então, a audiência é um avanço, pois há muito tempo os militares não eram ouvidos”, disse.

Fonte: Agência Assembleia